Notícias

XP Commodities - Acompanhamento diário do mercado de boi (03/10)

Referências do boi gordo em alta. Neste início de outubro, a melhora do consumo interno tem feito com que as valorizações, que já ocorriam pelas exportações, sejam mais intensas. O avanço da demanda local é impulsionado pelo pagamento de salários, favorecendo o consumo na primeira quinzena. No campo externo, bom volume das exportações, principalmente para China, tem sido o grande suporte de preços. Na última terça-feira (1/10), o MDIC divulgou as exportações de setembro de carne bovina. No mês foram 123,72 mil toneladas, fazendo o acumulado do ano, janeiro a setembro, ficasse em 1,06 milhões de toneladas (recorde da série). Foi a primeira vez na história que o volume de 1,00 milhão de toneladas foi atingido em setembro, refletindo um adiantamento de 2 meses para o padrão (normalmente a marca acontece em novembro). Sentindo o bom momento, local e externo, pecuaristas seguram suas boiadas, buscando encilhar os frigoríficos e, assim, altas seguidas se consolidam. A amostra da XP Investimentos está em R$ 160,53/@ à vista e livre do Funrural (1,5%), alta de R$ 0,41/@ no dia. Pelo levantamento interno, as programações atendem 5,7 dias úteis para as grandes indústrias e 4,6 dias para as pequenas e médias. O boi casado de animais castrados paulista em nível de atacado tem média de R$ 10,67/kg, alta de R$ 0,15/kg no dia.

Área restrita

Entre em contato

Receber newsletter


Copyright 2013 Coan Consultoria