Minas Gerais - preços firmes no mercado de reposição

A pouca disponibilidade de animais para reposição no estado fez com que os preços subissem 22,6% no intervalo de um ano, na média para todas as categorias pesquisadas pela Scot Consultoria.

Já o boi gordo neste mesmo intervalo valorizou 0,4%, piorando a relação de troca em 3,7%, considerando a média de todas as categorias.

Dentre todas as categorias, a pior relação de troca ficou para o garrote, onde o poder de compra do recriador caiu 7,2% na mesma comparação. Em janeiro/20, com a venda de um boi gordo de 18@comprava-se 1,80 garrote, atualmente compra-se 1,68.

Em curto prazo, mesmo diante da pressão de baixa no mercado do boi gordo, em função do fraco consumo de carne bovina no mercado doméstico, o que tem esfriado o mercado de reposição, a oferta restrita de animais deve colaborar para que os preços continuem sustentados.

Fonte: Reuters